EDITION NEW YORK

Uma nova geração de viajantes está por aí. Eles exigem uma combinação bem equilibrada de sofisticação e praticidade além de muito, mas muito conforto. O The Edition, em Nova York, traz essas características em uma proposta de hospitalidade que une discrição e um leve estímulo à convivência entre os hóspedes. E isso não é apenas um conceito, torna-se palpável quando o hotel oferece áreas comuns aconchegantes como a sala da lareira e as mesas de café. No “social hub”, hóspedes e visitantes também podem trabalhar, relaxar, socializar, jantar ou tomar um drink. Inaugurado em maio deste ano na região do Madison Square Garden o hotel descortina uma incrível visão 360ode Nova York City e mostra que um design de interiores feito com sensibilidade e a dose certa de conforto e glamour deixa qualquer ambiente inesquecível. O idealizador do hotel, Ian Schrager, foi um dos precursores do conceito de boutique hotel e, hoje, se adapta às rápidas mudanças nas demandas do público, que mais do que um quarto confortável, exigem uma experiência de hospedagem. No The Edition, esses desejos são atendidos, especialmente porque o serviço impecável está sempre atento e solícito em relação aos ocupantes de suas 273 suítes todas com um ar de residência e janelas imensas que podem abraçar a cidade. Vale dizer que também fica a disposição o restaurante Clocktower, localizado no segundo piso, com o indefectível estilo das mansões e clubes privados novaiorquinos, inclusive no chão de carvalho e na densa coleção de fotos históricas e de celebridades, devidamente emolduradas em madeira e ouro. Há ainda dois bares, o Lobby Bar e seu famoso “High Tea” e o The Bar, com drinks customizados e divertidos, como aquele servido em copos com forma de coruja. Neste último, uma curiosidade na decoração. O balcão em forma de ferradura é inteiramente folhado com ouro 24 quilates e ornado por um lustre em forma de globo desenhado por Eric Schmitt. Há ainda o Spa, apenas para os hóspedes, e a sala de ginástica, ambos minimalistas e de pequenas dimensões, mas suficientes para atender os hóspedes. E se Nova York é a cidade onde andar a pé faz parte do programa, na área próxima ao hotel estão a Union Square , o Empire State Building, o Grande terminal Central e The Morgan Library & Museum, além de restaurantes como o Gramercy Tavern e o Eataly.

whats app